Roteiro Gastronómico

O concelho de Aljezur é rico em peixe (sargos, douradas, robalos) e marisco (desde os ouriços às lapas, sem esquecer o mexilhão e os tão apreciados perceves), bem como em caça (coelho, javali), em produtos da terra (principalmente a afamada batata-doce e o feijão) e as comidas da morte-de-porco.
 
Daí que a gastronomia desta região seja baseada nestes produtos. Feijão ou couvada com batata-doce, papas mouras com “piques”, arroz de mexilhão, feijoada de búzios, sargos, douradas ou robalos cozidos ou grelhados no carvão, perceves, mexilhão, morcela frita, entre outros, fazem as delícias da gastronomia aljezurense, que pode ser apreciada nos bons restaurantes concelhios.
 
Para acompanhar esta aventura gastronómica, vinhos brancos e tintos, produzidos pela Adega Cooperativa de Lagos, assim como um excelente vinho moscatel. A matéria-prima, constituída por magníficas e saborosas uvas, é produzida, na sua maioria, no concelho de Aljezur. Também aqui se produz uma boa aguardente de medronho, completando este quadro.
 
Como sobremesa destacam-se os pastéis, o bolo e o pudim de batata-doce, e os fritos, cobertos de uma calda de açúcar ou mel, também este um produto local. O amendoim, cultivado com grande expressão na freguesia de Rogil, é um aperitivo bastante apreciado e de excelente qualidade.